PSDB perdido

Aécio Neves, provável candidato à presidência do Brasil pelo PSDB, escolheu Renato Pereira como seu marqueteiro nessa empreitada. Este, com larga experiência no ramo, foi responsável pela campanha do candidato Henrique Capriles, opositor venezuelano ao regime chavista, derrotado por Nicolás Maduro.

No intuito de passar confiança ao eleitor, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo (23/09/2013), Pereira afirma que dois terços da população brasileira possuem uma perspectiva de insegurança quanto ao futuro. Isto é, apesar de admitir que para grande parte dos brasileiros a vida está melhor hoje – comparada ao passado, enfatiza que essa mesma parcela não tem uma boa visão sobre o futuro.

O problema é que o marqueteiro não fundamentou tal ponto de vista. Por quê muitas pessoas têm uma desconfiança com relação ao futuro, com o PT no comando? De onde vem tal desconfiança?

Obviamente, Renato não consegue acabar com a credibilidade do governo petista Lula-Lula-Dilma quanto ao desenvolvimento do Brasil. Nos 12 anos do governo vermelho, índices e mais índices demonstram diminuição de miséria e de pobreza, diminuição de desemprego, crescimento econômico, etc etc, enfim, várias questões importantes que comprovam que o presente está bem melhor que o passado. Qual(is) seria(m) então a(s) razão(ões) para temer o futuro?

Nem mesmo o Mensalão é uma carta na manga. Renato é contundente em analisar que o escândalo não é “particularmente” relevante entre os eleitores.

A saída do homem da campanha peessedebista foi dizer que, hoje, as coisas estão dando “mais ou menos” certo para Dilma. Em 2010, deu tudo certo, porque “você tinha a economia crescendo muito, um boom das famílias brasileiras, renda melhor, acesso a muitos mais bens de consumo, a mais alimentos, mais direitos”. Hoje não tem? A economia continua crescendo (um pouco menos, mas continua); o que é o boom das famílias brasileiras?; a renda continua estável, no mínimo, e o desemprego mantém a queda constante (devagar e sempre); os gastos dos brasileiros estão num patamar de estabilidade para crescente; assim como o acesso aos alimentos; e, por fim, acesso a mais direitos? Nada a comentar.

Há anos, o PSDB vem tentando mudar seu perfil conservador e de direita – na tentativa de angariar a população das classes mais baixas do Brasil (público fiel ao PT), já que a classe média nunca foi muito adepta da trupe do Lulalá e mantém essa característica, no geral. No entanto, o partido tucano não consegue alcançar esse objetivo. Talvez fosse melhor fortalecer seu viés liberal, na tentativa de solidificar ainda mais sua relação com as classes alta e média e buscar a fatia entre a classe C e D, uma vez que o trabalho com foco nas classes mais baixas está deplorável.

A legenda e Aécio estão perdidos. E agora ainda tem a dupla Campos/Marina, que pode ser outra pedra no sapato. PROS já nasceu Do Contra (e vai apoiar o governo). Os tucanos vão precisar de Solidariedade. Inclusive, já foram atrás e contam com sua adesão. Mas ainda é pouco. Só o marketing aecista não vai subir a Serra (que também, por sinal, empaca a candidatura do mineiro). O cenário é tenebroso para a direita, que está caminha toda errada rumo à 2014. Aqui, sim, há uma perspectiva de insegurança quanto ao futuro.

Sobre lucassrodrigue

Graduado e Mestre em Filosofia pela UFMG. Dezenas de artigos publicados em Jornais, como Estado de Minas e O Tempo. Debates sobre o cotidiano e (i) a filosofia, com seus aspectos políticos, sociais e éticos; (ii) os filmes, com suas possibilidades de interpretações inúmeras; e (iii) o espiritismo, doutrina por mim seguida na vida.
Esse post foi publicado em Aleatório e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para PSDB perdido

  1. Elaine Soares Rodrigues disse:

    O PSDB prefere atacar o PT a todo custo a reconhecer seus avanços e angariar as classes C e D. Esse partidarismo é ruim demais para a sociedade. Eu, particularmente, apesar de ter votado no PT, acho que já estava na hora de rodiziar a legenda na presidência, mas, como você disse muito bem, o “PSDB está perdido”…

    Você está com uma veia política muito boa e uma análise crítica avançada! Somando à escrita inteligente – “Só o marketing aecista não vai subir a Serra (que também, por sinal, empaca a candidatura do mineiro)” – podia facilmente escrever pra um jornal!! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s